sexta-feira, 16 de outubro de 2015

SÉRIES QUE EU NÃO POSSO DISCUTIR COM NINGUÉM PORQUE SÓ EU VI

por Karen Rosa

Olá meus queridos passageiros, bem-vindos a bordo novamente. Espero que estejam todos bem animados para mais uma viagem alucicrazy como dizia a grande diva Nazaré Tedesco, Naza para os íntimos! Repensando todas as muitas e muitas séries que já assisti em toda a minha longa vida, cheguei à conclusão que
existem algumas delas que a priori apenas eu (levando em conta o meu ciclo social bastante reduzido é claro) assisti com afinco como quem assiste aos seriados mais incríveis que possam existir.
Eu admito que sou suspeita para falar, pois não existem séries nesse mundo de meu Deus que eu não goste, eu posso demorar para entrar na história, mas eu de verdade consigo amar todas. E nada mais justo do que eu falar um pouco sobre as séries que provavelmente ninguém viu ou que viu e tem vergonha de dizer (mereço ser ovacionada pela minha coragem :P) ou desistiu delas sem o menor pudor (um absurdo isso na minha opinião)! Algumas passaram na TV fechada, outras passaram em canais que por acaso minha TV captou o sinal (pois é, quem disse que a vida é fácil?) e outras simplesmente passavam na TV aberta mesmo, mas todas muito boas e que merecem todo nosso amor e carinho!
Então, que não percamos mais tempo e vamos direto ao assunto!!

1 - Married... with Children (Um amor de família)


Sinopse
O protagonista do show é Al Bundy, um fracassado vendedor de sapatos. Acompanham-no sua esposa Peggy, uma dona de casa relapsa; Kelly, sua filha bonita porém burra e promíscua e Bud, seu filho nerd e pouco popular. A música de abertura instrumental nas primeiras temporadas foi substituida por "Love and Marriage", cantada por Frank Sinatra. A série continua sendo exibida nos Estados Unidos em reprises, assim como em vários países do mundo.

 Apenas uma opinião:
Married...with Children embora eu tenha assistido a alguns anos e nem consegui ver o final pois o sinal na minha TV se perdeu para sempre, foi uma das mais engraçadas que eu já assisti! E o motivo principal era ver como os personagens aparentemente se detestavam. O pai era um pão duro, a mãe era uma pessoa ótima que acabava com a auto-estima dos filhos e do marido, e os filhos mais amáveis impossível (SQN)! Mas apesar de todas as desavenças, eles sempre se ajudavam quando o assunto era duelar contra a família de seus vizinhos perfeitos. Essa série teve início em 1987 tendo ao todo 10 temporadas. Eu posso perguntar a qualquer um que eu conheça, se já ouviu falar sobre essa série, sobre como a última opção dessa família era um ao outro, ninguém, vai saber e ainda vão me chamar de a louca das séries! Apenas assistam antes de me internar!

2 - Dawson's Creek


Sinopse
Para o grupo de adolescentes, formado por Dawson, Joey, Pacey e Jen, passar para o "mundo" adulto não poderia ser mais difícil. Em Capeside, uma pequena cidade do litoral perto de Boston, eles convivem com os mais diferentes tipos de problemas no cotidiano, o que os fazem crescer e entender melhor o mundo em que vivem. Agora cada um precisa decidir o rumo de suas vidas. Não é nada fácil, mas, com amor e amizade, esse caminho será mais fácil de encarar. Considerada uma das melhores séries dramáticas para o público jovem dos anos noventa, Dawson's Creek foi uma das séries preferidas dos leitores da consagrada revista People, tendo sido indicada para receber o People's Choice Award.

Apenas uma opinião:
Essa é uma série conhecida, de nome, alguns sabem do que estou falando, mas assistir eu não conheci uma nobre alma ainda! Se eu perguntar provavelmente dirão que é “a série que tinha mulher do Tom Cruise”, e eu tenho que balançar a cabeça em afirmação enquanto dou um sorriso sem graça. Eu assisti quando eu era criança, posso não ter entendido muito bem devido à minha situação, mas o que posso dizer é que Dawson’s Creek me proporcionava a sensação de um cobertor quente em uma noite fria!

3 - Malcolm in The Middle


Sinopse
A série é sobre um menino chamado Malcolm e sua família disfuncional. O show mostra estrelas como Frankie Muniz interpretando Malcolm, o terceiro dos quatro filhos, seus irmãos e seus pais, Jane Kaczmarek como Lois e Bryan Cranston como Hal. O mais velho, Francis (Christopher Masterson), foi mandado para a escola militar, deixando em casa seus três irmãos mais novos, Reese (Justin Berfield), Malcolm (Frankie Muniz) e Dewey (Erik Per Sullivan). Malcolm é o filho do meio (daí o nome da série Malcolm in the Middle ou Malcolm no meio). Na quarta temporada, o personagem de Jamie (James e Lukas Rodriguez nas temporadas posteriores) foi adicionado no papel do quinto filho. As Primeiras temporadas da série foram centradas em Malcolm lidando com os rigores de ser adolescente e as duradouras excentricidades de sua vida. Mais tarde explorou-se os outros membros da família e seus amigos com mais profundidade.

Apenas uma opinião:
Malcolm, cara, MALCOLM!!! Como assim você não assistiu???? Nessa época, eu já era adolescente e eu me identifiquei de cara com toda a família! Para quem não sabe o pai do Malcolm foi Bryan Cranston o nosso amado Mr. White de Breaking Bad, e ele lacra interpretando Hal, nós conseguimos ver como ele realmente é um ótimo ator.
O que eu mais gosto em Malcolm além das situações de constrangimento que os pais dele fazem o pobre coitado passar, é o fato dele conversar diretamente com o telespectador. Ele olha para a câmera e faz uma observação sobre o momento!!!

4 - Harper's Island  (O Mistério da Ilha)



 

Sinopse
Amigos e familiares passam uma semana na ilha de Harper, para o casamento de Henry e Trish. A história é contada pela melhor amiga do noivo, Abby Mills. Sete anos antes, um serial killer, John Wakefield matou seis pessoas, sendo uma delas mãe de Abby. Mas agora, com a chegada dos convidados do casamento na ilha, alguém está seguindo as pegadas de Wakefield, matando os hóspedes, um por um. Apenas alguns irão sobreviver.
Apenas uma opinião:
Eu assistia essa série na calada da noite, vulgo 22h da noite para minha idade naquela época (na verdade eu não lembro quantos anos eu tinha). Essa série me cativou principalmente pela chamada que o SBT fazia para promover a série. Me dava medo assistir pois haviam assassinatos e meu coração ainda não estava preparado para isso. Provavelmente muitos já viram a chamada que estou falando, mas preferiram dormir a dar uma chance a essa preciosidade! :(


5- 8 Simple Rules for Dating My Teenage Daughter (8 Regrinhas Básicas para Namorar Minhas Filhas Adolescentes) 


Sinopse
8 Simple Rules é sobre um casal irlandês-americano com três filhos que moram em um subúrbio de Detroit, Michigan. O pai, Paul Hennessy (John Ritter), é um jornalista esportivo que é chamado para retornar para casa por que sua esposa Cate (Katey Sagal) foi trabalhar como enfermeira em um hospital e Paul terá que cuidar de suas duas filhas adolescentes, Bridget (Kaley Cuoco), e Kerry (Amy Davidson), e seu filho Rory (Martin Spanjers). Ele é logo vencido pela responsabilidade de ser o pai de filhas adolescentes e sente falta de ser um escritor de esportes. Paul começa a escrever uma coluna em casa sobre sua luta com seus filhos e dá conselhos às pessoas que estão em sua mesma posição.
As filhas adolescentes de Paul estão namorando, o que provoca o uso das "8 Regrinhas Básicas Para Namorar Minha Filha Adolescente". A série, criada pela roteirista de comédias veterana Tracy Gamble, deriva o nome e alguns núcleos do livro de W. Bruce Cameron, 8 Regrinhas Básicas para Namorar Minhas Filhas Adolescentes.
As regras são:
1.  Use suas mãos na minha filha e as perderá.
2.  Se a fizer chorar, eu faço você chorar.
3.  Sexo seguro é um mito. Qualquer coisa que você tentar será prejudicial para a sua saúde.
4.  Trá-la para casa fora de horas e não haverá próximo encontro.
5.  Se parar o carro na entrada da garagem e buzinar, é melhor que esteja deixando um pacote, pois daqui não vai levar nada.
6.  Nada de queixumes ao esperar por ela. Se está aborrecido, troque meu óleo.
7.  Se suas calças estão caindo, ficarei feliz de prende-las com um grampeador.

8.  Encontros têm que ser em lugares públicos apinhados. Quer romance? Leia um livro.

Apenas uma opinião:
Muita gente acha estranho o nome em português, pensando que é mais uma daquelas traduções sem pé nem cabeça que as produtoras brasileiras costumam fazer, mas esse é realmente o nome da série. Eu fico com um sentimento de nostalgia ao lembrar de 8 regrinhas, esse foi o tempo em que a única preocupação que eu tinha era saber se as filhas iriam ter um encontro sem o pai atrapalhar de alguma maneira. Eu não tenho muito o que dizer a respeito dessa série pois foram pouquíssimos episódios transmitidos pelo canal, sendo desovada sem nem levar em conta a minha felicidade.

6 - Unfabulous (Normal demais)


Sinopse
O programa conta a vida de Addie Singer, uma garota adolescente que está no ginásio e por meio de músicas conta a história do seu dia-a-dia. Addie Singer é representada por Emma Roberts, sobrinha da atriz Julia Roberts e filha do ator Eric Roberts.
Addie faz letras de músicas que refletem seus pensamentos e sentimentos, suas conquistas e decepções nessa fase tão conturbada que é a passagem da infância para a adolescência. Ela não almeja coisas refinadas, na verdade ela só quer passar de ano. Addie não deseja ser famosa, tudo que ela quer é que Jake Behari saiba seu nome.
Cada episódio da série começa com algum incidente constrangedor para Addie. Em seguida, a história volta atrás no tempo para explicar como ela foi parar naquela situação embaraçosa.

Apenas uma opinião:
E por fim, mas não menos importante, temos Normal demais, como a série foi chamada aqui no Brasil! Até hoje só conheci uma pessoa que acompanhou juntamente a mim essa série, mas a menina não faz mais parte da minha vida (Thanks God!). Eu já era grande demais para assistir essa série eu confesso, mas Addie Singer me ensinou muita coisa com suas letras autorais as quais me ajudaram muito a refletir sobre os meus problemas adolescentes. E também me motivou a aprender a tocar violão, e a entender que fracassar faz parte da vida já que eu não consegui aprender a tocar uma música com dignidade, guardando assim meu violão até hoje num canto! Normal demais é uma série ótima, em que sempre tiramos um ensinamento, seja como lidar com paixões seja como lidar com brigas entre amigos!



Ufa, acho que consegui expor meus pensamentos em relação a essas raridades que vieram e se foram deixando muita saudade em meu peito! Caso você tenha assistido alguma dessas, saiba que eu já te amo e gostaria muito de ser sua amiga para ficarmos horas conversando sobre o assunto!

Fico por aqui, espero que eu tenha conseguido despertar sua curiosidade em conhecer alguma dessas séries! Um beijo e até a próxima!!!



OBS: Sinopses retiradas do site do Wikipedia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!