domingo, 15 de novembro de 2015

[TOP ESPECIAL] POR QUE LER? COMO LER? COMO ADQUIRIR O HÁBITO DE LEITURA?

Por Ingrid Cristina

Olá fiéis passageiros! Como vão? Todos sobreviveram à tenebrosa sexta-feira 13? Eu espero que sim, pois já vamos iniciar mais uma deliciosa viagem. Todos em seus lugares, a partida será dada.


Desde que eu me entendo por gente carrego um livro em baixo do braço e outro dentro da bolsa, e esse fato pode levar você a pensar que eu tive muito incentivo à leitura na minha infância. Muito se engana. Minha progenitora nunca se deu ao trabalho de me mostrar como se abria um livro, e muito menos ler um para mim (a única coisa que minha mãe lia pra mim eram as bulas de remédios, e os enunciados dos exercícios da escola kkkk). Não a culpo, obviamente, ela não gostava mesmo de ler e não sabia como me incentivar, muito compreensível. 

Eu provavelmente devia ter uma fada madrinha da leitura que me induziu a ler ou algo do tipo. O primeiro livro que ganhei na vida foi um exemplar de “O mágico de Oz”, dado pelo Baú da Telesena – sim, minha avó jogava Telesena. E esse foi o único prêmio que ganhamos – eu tinha uns oito anos na época. Mas como o livro veio com uma versão em CD com a voz do Silvio Santos, eu preferi ouvi-lo no lugar de lê-lo, claro. O primeiro livro que realmente li foi “A bolsa amarela” de Lygia Bojunga, que me foi presenteado pela escola onde eu estava. Aqui já tinha uns 10 anos.


Mas por que estou falando tudo isso? Nem todo mundo pôde contar com o incentivo à leitura quando criança, seja por parte dos pais ou de qualquer outro meio em que estivesse inserido. Consequentemente gerou-se adultos que não gostam de ler ou que leem por obrigação, o que é realmente uma pena. Claro que ninguém é obrigado a ler, faz isso quem quer. Mas essa matéria é voltada para todos aqueles que gostariam de ter esse hábito e não conseguem, gostariam de se aventurar por páginas e letras, mas perdem rápido o interesse.

Em leitura do artigo científico de Emannuel e companheiros, do ano de 2010, pude extrair um grandioso benefício da leitura. Confira:

“A leitura permite a ampliação dos horizontes e dos pensamentos, enriquece o vocabulário e também facilita o processo de comunicação, por isso é considerada uma importante necessidade humana nos dias atuais. Além disso, pode-se traçar um paralelo entre o hábito proveitoso de leitura e o sucesso profissional, visto que o ato de ler é fundamental para o aprofundamento dos conhecimentos.”   

Se formos pesquisar encontraremos ainda que a leitura torna a pessoa mais receptiva, faz com que ela tenha mais empatia pelo sofrimento alheio, além de ser o melhor tipo de pessoa para se apaixonar e se relacionar (juro que isso não foi uma indireta. É a ciência quem diz! Kkkk), aumenta sua auto estima, seu senso de humor e lhe proporciona uma escrita muito qualificada.
Sem contar que quando você pega uma história para ler automaticamente começa a descobrir lugares novos, novas formas de pensar, novas culturas, universos fantásticos, heróis, guerreiros, vilões, batalhas, ódio, amor, vingança, revoltas e justiça. Isso torna você mais capaz de sonhar, imaginar, inventar e tantas outras coisas maravilhosas. Em suma, ler te traz benefícios insondáveis.


Estudiosos afirmam ainda que existem objetivos básicos para o hábito de leitura:
-Leitura por prazer;
-Leitura para estudar;
-Leitura para se informar.

“Através da leitura realizada com prazer, é possível desenvolver a imaginação, embrenhando no mundo da imaginação, desenvolvendo a escuta lenta, enriquecendo o vocabulário, envolvendo linguagens diferenciadas, etc.
A leitura voltada para o estudo é a mais cobrada pelos professores desde o início do ensino fundamental, apesar de muitos não estarem preparados para desenvolver em seus alunos tal hábito.
A leitura dinâmica e descontraída é uma das melhores formas de adquirir informações. O ideal é que se aprenda a ler textos informativos, artigos científicos, livros didáticos, paradidáticos, e etc.” 


Se você ficou com aquela vontadezinha de experimentar tudo isso eu trago a você algumas dicas, que na minha humilde opinião, lhe ajudará a adquirir esse hábito tão gostoso de viajar sem sair do lugar.

Dica 1 – Estilo literário
Antes mesmo de buscar um livro para ler é necessário que você descubra qual estilo literário você mais se identifica. Por exemplo, eu não sou muito fã de livros de auto-ajuda, pouquíssimos títulos me atraem. Se eu houvesse começado a ler por este estilo possivelmente não gostaria de ler hoje.
Existem estilos literários para todos os gostos, você só precisa encontrar um que se encaixe melhor no seu interesse.

Dica 2 – Autor
Depois de ter escolhido qual o estilo literário deseja começar a ler, o próximo passo é escolher um autor que seja muito bom em escrever esse tipo de livro. Para isso você pode pedir ajuda de pessoas que já estejam interadas no assunto ou pode pesquisar na internet mesmo, tenho certeza que não encontrará dificuldades.

Dica 3 – Formato do livro
Após selecionar o estilo literário e o autor, você tem a opção de escolher se quer ler um livro físico ou um livro online. Eu particularmente prefiro livros físicos onde posso sentir a textura da capa e das páginas, posso cheirar os livros (isso é perfeitamente normal. Que fique claro!) e beijá-los. Mas há quem prefira livros online. Independente de qual formato você escolha o que importa é a história que te aguarda.

Dica 4 – Escolha um horário
Sim, o nosso dia-a-dia é muito corrido e muitas vezes esquecemos até de respirar, mas vocês hão de concordar comigo que uma pessoa organizada consegue fazer seu tempo e lida muito bem com inúmeras tarefas (eu não sou esse tipo de pessoa! Kkk). Se você está começando a adquirir agora o hábito de leitura é muito importante separar um tempinho do seu dia, nem que seja meia hora, e usar esse tempo para ler. Com o passar do tempo isso se tornará tão viciante que apenas 30 minutos não serão mais suficientes.
Eu aconselho muito usar aquele momento antes de dormir, mas aqui vai um alerta: ao ler antes de dormir você corre o risco de dormir no meio da leitura e acabar sonhando com o vilão da história correndo atrás de você com uma faca na mão Kkkkkk. ~experiência própria~


 Seguindo essas simples dicas tenho certeza que em pouco tempo você tomará tanto gosto pela leitura que não vai imaginar sua vida sem um bom livro e com certeza qualquer lugar e qualquer hora serão oportunos para fazer uma leitura.

Para terminar a matéria trago alguns depoimentos de amigos literários para servirem de incentivo para você.


D1:
 “Eu gosto de ler desde criança. A primeira vez que eu peguei em um livro pra ler foi tipo, se desligar desse mundo e ir para outro, um mundo próprio. Eu me sinto tipo "eu quero mais, será que tem?”ou "nossa, que impressionante, é uma das melhores que eu já li" enfim, ler pra mim é parte da minha vida, sem livros é tipo não ter vida, não ter imaginação, não ter sonhos. "
Paulo Costa, 17, Manaus/Amazonas

D2:
"Eu comecei a ler quando tinha cinco anos. Quando terminei o meu primeiro livros, simplesmente o fechei e comecei de novo. Desde então, não consigo parar de ler... Não consigo ter um livro favorito, porque quase todos me enfeitiçam! Sou apaixonada por livros!"
Giulia Padovani Santana, 14, São Bernardo do Campo - SP

D3:
"Lembro da curiosidade de senti quando tinha 8 anos e achei Robinson Crusoé nas coisas do meu pai. Durante dias morei com ele em uma ilha deserta e senti cada emoção que ele sentiu. Quando o livro acabou, Robinson continuou morando dentro do meu coração. Com o tempo, fui vivendo outras histórias, conhecendo inúmeros lugares, mas sem sair do meu quarto. Hoje, se você falar em um mundo sem livros, eu imagino logo um livro (farenheit 451). Portanto, um livro é mais que folhas e palavras, é um ingresso para um mundo onde nós somos os autores."
Adilson Francisco da Silva Junior, 25, São Miguel dos Campos - AL

D4:

"Eu comecei a ler quando tinha 7 anos, acho (meio tarde eu sei). Lia alguns livros quando estava na escola, mas não era influenciada quando em casa, por isso não lia. Com uns 11 ou 12 anos, comecei por vontade própria a querer ler alguns livros.
O primeiro livro que comprei, foi o primeiro da minha atual coleção (A culpa é das estrelas) esse livro me tocou bastante e depois, lendo uma postagem do Facebook, me interessei pela história de um livro.
Depois que terminei de lê-lo fiquei apaixonada e desesperada pela continuação. Comprei os outros 3 livros um seguido do outro e li em tempo recorde.
Depois disso, essa série se tornou a minha favorita e não parei de ler desde então."
Ana Caroline, 14 anos, Embu das Arte - SP

Após terminar de ler essa matéria tenho certeza que você terá motivos de sobra para sair correndo até a primeira livraria que encontrar pela frente e adquirir um bom livro, ou quem sabe comprá-lo pela internet.

Querido leitor, espero que esse conteúdo tenha lhe ajudado em alguma coisa. Agradeço pela sua persistência até aqui. Despeço-me lhe desejando uma boa leitura, e até a próxima!

Ler não dá sono, dá sonhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!