sábado, 14 de maio de 2016

[TOP ESPECIAL] A SOMBRA DO VENTO – CARLOS RUIZ ZAFÓN

Por Ingrid Cristina

Olá, queridos leitores! Como vão? Espero que ótimos.
Trago hoje, ao conhecimento de vocês, um livro que está entre os meus favoritos. Um livro que é capaz de prender a atenção de quem o ler até o último ponto.


Hoje o dia é muito especial porque se comemora o 15º aniversário da publicação de “A sombra do vento”, escrito pelo espanhol Carlos Ruiz Zafón. O livro foi publicado no Brasil, pela primeira vez, pela Suma de Letras, um selo da editora Objetiva.



Então confiram um resumo sobre essa história incrível e arrebatadora, trago por muitos sites que o cita.

A história começa em Barcelona, em 1945. Daniel Sempere está completando 11 anos. Seu pai, ao ver Daniel triste por não conseguir mais se lembrar do rosto da mãe (já morta), lhe dá um presente: de madrugada, leva-o a um misterioso lugar no coração histórico da cidade, o Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar, conhecido por poucos na cidade, é uma biblioteca secreta e labiríntica que funciona como depósito para obras abandonadas pelo mundo, à espera de que alguém as descubra. É lá que Daniel encontra um exemplar de A Sombra do Vento, do também barcelonês Julián Carax.

Daniel fascina-se sobre o livro e, ao buscar mais informações sobre o autor, descobre que quase ninguém o conhece e que alguém anda queimando todos os exemplares de seus livros. Então começa uma grande aventura que percorre as ruas da ilustre cidade de Barcelona, atravessando as fronteiras do tempo e da imaginação. Com um toque de romance, mistério e aventura.

O livro desperta no jovem e sensível Daniel um enorme fascínio por aquele autor desconhecido e sua obra, que ele descobre ser vasta. Obcecado, Daniel começa então uma busca pelos outros livros de Carax e, para sua surpresa, descobre que alguém vem queimando sistematicamente todos os exemplares de todos os livros que o autor já escreveu. Na verdade, o exemplar que Daniel tem em mãos pode ser o último existente. E ele logo irá entender que, se não descobrir a verdade sobre Julián Carax, ele e aqueles que ama poderão ter um destino terrível.


Em sua busca de início aparentemente inocente, Daniel acaba adentrando os mistérios e segredos mais obscuros de Barcelona, e conhece uma galeria de personagens que vão ajudá-lo a resolver o mistério de Carax. Dom Gustavo Barceló, célebre livreiro barcelonês, seriamente interessado em comprar o exemplar de A Sombra do Vento que Daniel lhe mostra; sua linda sobrinha cega, Clara Barceló, que revela a Daniel os primeiros elementos do mistério que cerca Carax e sua obra e por quem o menino se apaixona perdidamente; Fermín Romero de Torres, mendigo de passado glorioso e aguçado senso de humor que se tornará o maior aliado de Daniel na busca da verdade; Nuria Monfort, mulher triste que guarda em seu apartamento escuro um grande e doloroso segredo; e Javier Fumero, o cruel policial que também parece dedicar a vida a perseguir o fantasma de Julián Carax.

À medida que vai descobrindo mais sobre a vida de Carax, Daniel entende que o mistério de sua obra está de alguma forma relacionado à história de amor entre dois jovens do início do século: o próprio Carax, filho de um modesto chapeleiro, e Penélope Aldaya, filha de uma família da alta sociedade de Barcelona. E enquanto a cidade e seus personagens vão aos poucos lhe revelando os segredos e as conseqüências dessa história de amor do passado, o próprio Daniel também descobre o verdadeiro amor nos braços de Bea, irmã mais velha de seu melhor amigo Tomás Aguilar.


A Sombra do Vento usa o cenário grandioso de Barcelona, com suas largas avenidas, seus casarões abandonados, sua atmosfera gótica e espectral, para ambientar um romance arrebatador que é também uma reflexão sobre o poder da cultura e a tragédia do esquecimento. A busca de Daniel marca sua transformação de menino em homem, e desperta no leitor um fascínio renovado pelos livros e pelo poder que eles podem exercer. Ao ler A Sombra do Vento, o desejo que se tem é de, assim como o menino Daniel, abrir as portas do Cemitério dos Livros Esquecidos e descobrir em seus infindáveis corredores o livro que mudará nossas vidas.

É isso aí, leitores, espero que vocês tenham sidos contagiados pela magia envolta a essa história. Tenho certeza que quem decidir ler esse livro será arrebatado a um estado de satisfação incomensurável.

Vou ficando por aqui, um mega beijo no coração de todos!


18 comentários:

  1. Tenho muita vontade de ler esse livro, especialmente por conta de tantos comentários positivos que leio a respeito. Seus comentários também não são diferentes, o que me motiva ainda mais a querer adquirir o livro.
    muito obrigada pela indicação!
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ai gente, agora me deu vontade lê-lo. Já tinha visto ele em algum lugar... Mas nao tinha me interessado suficiente.

    ResponderExcluir
  3. Ai gente, agora me deu vontade lê-lo. Já tinha visto ele em algum lugar... Mas nao tinha me interessado suficiente.

    ResponderExcluir
  4. Oii... Parabéns pelo post, já vi inúmeros comentários sobre esse livro, e cada vez mais fico ansiosa para lê-lo. Beijo

    ResponderExcluir
  5. Olá!! :)

    Ja ouvi falar imenso desse livro e, inclusivamente, ja me foi aconselhado por uma leitora do blog.. :)

    Bem, eu gosto desse toque de misterio e ação numa historia que mexe com livros e todos esses episodios que vao alem desses limites (incluindo o tempo e o espaço)..

    A tua resenha deu-me mais vontade ainda de le-lo! :)

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, adorei a resenha e não fazia ideia que a premissa do livro, e a sua resenha me instigou a lê-lo, pois eu já conhecia o livro, mas nunca me interessei por ele, até agora. Amei a resenha e já quero ler,kkkk.
    bjus

    ResponderExcluir
  7. Oi Ingrid, tudo bem?

    Nunca li nada do autor, mas tenho bastante vontade. Adoro livros que tem livros como tema, e nossa, queimar livros não pode!! Fiquei curiosa para descobrir porque isso está acontecendo, e saber mais sobre os personagens. Além disso, adorei a ambientação na Barcelona.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Que capa linda! transmite uma certa melancolia poética, algo que nos dá uma saudade, nem sei de quê. E que premissa maravilhosa! Estou apaixonada pelo livro. Este eu lerei com a mais absoluta certeza, pois estou com a impressão de que se trata daquelas leituras inesquecíveis, que volta e meia dá vontade de ler novamente.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  9. Ooi! Eu confesso que não conhecia a obra, mas parece ser bem interessante ^-^ só fiquei curiosa se o personagem continua com 11 anos durante toda a leitura, porque pelo o que me diz, as aventuras são bem sérias para uma criança.
    Beeijos e gostei da resenha ;)

    ResponderExcluir
  10. Eu amo esse livro! Vc já leu os outros dois da trilogia!?
    Tbm são mto bons! Se não conhece pesquisa lá no blog :)

    ResponderExcluir
  11. Adorei a capa e o nome, parece ser uma história muito interessante... e parece que tem um quê de fantasia aí também (o que só melhora, amooo fantasia).
    Adorei a resenha, muito expositiva!
    Beijinhos :*

    (www.starbooks.com.br)

    ResponderExcluir
  12. Oi, Ingrid.
    Como não amar Zafon?
    As ambientações, o suspense e a trama e até a fala dos personagens são incríveis.
    Li todos os livros dele lançados por aqui e gostaria que tívessemos mais...
    Muito importante sua homenagem, amei o post.
    bjs
    Luana
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Ooi, adorei a capa e premissa do livro, coincidem bem um com o outro. Eu adoraria ir na biblioteca dos livros esquecidos, hahah , super me identificaria. E pelo que li as aventuras são bem presentes né? Rsrs

    Beijos
    www.apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Sempre tive uma grande curiosidade em ler algo do Zafón! A Sombra do Vento me parece um ótimo título para começar minha aventura por seus livros. Adorei sua resenha!! Acho que minha amiga o tem na coleção, então pegarei emprestado em breve <3
    Obrigada pela indicação!
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oii,

    Já tinha visto esse livro por aí, mas não sabia de sua história. E confesso que gostei do enredo da mesma, e estou bem curiosa para entrar nessa aventura com Daniel.

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Primeiramente, amei sua resenha! Você escreve muito bem. E em segundo, já tinha ouvido falar da história mas nunca me despertou curiosidade. Gostei muito da premissa e estou mais curiosa após sua resenha. Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    Eu não conhecia este livro antes, mas adorei a premissa dele com tanto mistério sobre o porquê queimavam todos os livros deste autor. Achei que o livro deste autor teria algo para ajudar o menino a recordar a mãe, mas acho que fui enganada quanto a isso. O pai apenas quis agradar o filho. Achei as fotos que você tirou lindas!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  18. Oie!
    Eu tenho um amigo que me indicou esse livro e fiquei bem curiosa com a premissa diferente, sem falar que há tempos só escuto elogios a escrita do autor e até hoje não li nenhum livro dele, mesmo tendo um na estante, então espero gostar e me surpreender.
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!