terça-feira, 26 de julho de 2016

[ENTREVISTA] DE FRENTE COM A CRIS – RAQUEL MORELLI

Por Ingrid Cristina (Cris)

Olá, queridos companheiros de viagem! Todo mundo bem?
Hoje trago mais um episódio do nosso quadro de entrevistas com os autores parceiros aqui do blog. A entrevistada de hoje é Raque Morelli, alguém que eu gostei muito de conhecer e que me fez sentir que ganhei mais do que uma parceira literária, mas uma amiga.


Raquel é a autora de “Minhas Palavras”, uma coletânea de textos que reúnem situações vividas por cada um de nós, em nosso dia-a-dia. Essas situações são tratadas com tanta delicadeza e realidade, que quase quero resenhar o livro de novo. ~hahaha~ Mas fiquem tranquilos, não o farei. Para mais informações, vocês podem acessar a resenha do livro aqui. Então segue a entrevista feita com a autora.

1. Conte-nos um pouco sobre você: quais são seus medos, manias de escritora, suas preferências... Abra o seu coração. Rsrs

Raquel Morelli - Meu nome é Raquel Morelli e como toda aquariana, prezo muito a liberdade e adoro fazer as coisas do meu jeito. Sou diferentona, rsrs. Prefiro escrever à noite, de madrugada (quando possível). Ultimamente ando “testando” outros lugares. Descobri que a escola onde trabalho me traz inspiração, pois consegui escrever um conto durante os intervalos que tenho no meu trabalho.
Tenho muito medo de “falhar”, sou perfeccionista e normalmente surto se algo dá errado. Hoje em dia trabalho melhor com isso.
Sobre preferências, prefiro Toddy e Pepsi. Hahaha. Em termos de leitura, gosto de romances, adoro livros de poesias, livros no estilo “Eu me chamo Antonio” e sinto que serei uma eterna adolescente, pois gosto muito de livros infanto-juvenis (Meg Cabot é tudo, gente!)


2. Qual foi sua inspiração para escrever “Minhas palavras”? Usou algum autor ou alguma obra em específico?

Raquel Morelli - Não tive uma grande referência para o livro em si, já que ele foge do “tradicional”, pois é dividido em duas partes: crônicas e poemas, compilando escritos meus de 10 anos. Já na vida, sempre amei o período Romantismo da Literatura (vários poemas me baseei nessa escola literária, no geral) e tive outros grandes ídolos escritores, como Machado de Assis, Fernando Pessoa, Olavo Bilac. Atualmente curto muito o jeito de escrita da Meg Cabot e da Rachel Cohn.


3. Quando era criança ou mesmo adolescente, costumava ler muito? Se sim, qual foi o seu primeiro livro?

Raquel Morelli - Eu sempre fui muito estimulada a ler pela minha escola. Lia os livros recomendados para o determinado grupo de alunos que me incluía e sempre comprava os demais. Dois livros infantis que me marcaram foram: “Pacto de sangue” e “Sete desafios para ser rei”. Já na adolescência, me encantei por “Dom Casmurro” e li compulsivamente os livros da série “Diário da Princesa”
(Desculpe, não eu soube citar um livro apenas!)


4. Como e quando começou a escrever? Em que momento soube que queria seguir nessa carreira?

Raquel Morelli - Comecei a escrever por volta dos 12 anos. Na minha escola havia um Sara Literário todos os anos do Fundamental II e cada aluno tinha que elaborar uma poesia de acordo com a Escola Literária estudada no ano. Eram as melhores aulas do ano. Não pretendia lançar um livro, a ideia surgiu mais para frente, em meados de 2012, quando comecei a publicar meus textos em um blog e obtive grande retorno positivo dos leitores.


5. Para criar a personalidade de seus personagens, você se baseou em pessoas reias?

Raquel Morelli - Meus textos falam sempre de amor, de amadurecimento, mudanças, saudades, enfim. Como não é um romance, diria que cada um que lê pode imaginar uma pessoa. Quando eu escrevi, me baseei em algumas experiências próprias vividas por mim, no meu ídolo (Heath Ledger), e em algumas outras pessoas que eventualmente conheci ou que conhecidos de amigas, que de repente, me inspiraram a escrever.
  

6. Quais são seus projetos enquanto escritor (a) para um futuro próximo?

Raquel Morelli - Em breve pretendo lançar um livro apenas de poesias. No decorrer dos anos, desejo lançar um romance. Já tenho toda a ideia na cabeça. Sou muito perfeccionista, vamos ver quando conseguirei colocar no papel a história.


7. Em sua opinião, qual é a maior dificuldade que um escritor nacional encontra em nosso mercado editorial nos dias de hoje? O que ainda precisa ser mudado?

Raquel Morelli - Acredito que a falta de investimento por parte das editoras e também a falta de estímulo para seguir nessa carreira. Seria muito legal um curso superior de formação de escritor e maior número de editoras dispostas a investir em autores desconhecidos.


8. Qual é a sua opinião em relação à parceria entre blogueiros e autores?

Raquel Morelli - Extremamente rica e benéfica para ambos os lados. Porém, os parceiros devem ser selecionados muito bem. Às vezes você enquanto escritor pode enviar seu livro para alguém com más intenções e você enquanto blogueiro precisa ler algo que não gosta muito e expandir seus horizontes. Precisa haver um grande respeito em ambos os lados identificação para que a parceira seja duradoura.


9. Deixe um conselho para quem deseja, assim como você, se tornar escritor (a)?

Raquel Morelli - Escreva sempre! “Escrever é 99% transpiração e apenas 1% inspiração”. E não tenha vergonha de mostrar seus escritos.


Agora vamos fazer um bate e volta:
Cor preferida: Roxo
Autor (a) favorito (a): Rachel Cohn
Comida que mais gosta: Massas!
Maior defeito: Ser ansiosa demais
Maior qualidade: Honestidade
Uma citação: “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena”



É isso aí, galera, espero que vocês tenham gostado da entrevista tanto quanto eu. Nos vemos em breve, enquanto isso: um beijo no coração de todos! <3


28 comentários:

  1. Olá
    Adorei a entrevista. Eu não conhecia a autora, então foi ótimo conhecer um pouco sobre ela e seu trabalho. E é claro que desejo muito sucesso em sua trajetória. Adorei o conselho que ela repassou, é bem isso mesmo <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Olá adoro ler entrevista de autores brasileiros porque também sou uma autora brasileira eu ainda não conhecia essa autora mas com certeza vou procurar conhecer minhas palavras também foi muito incentivada pela Escola embora eu não seja uma escritora da madrugada e nem da noite sou uma escritora diurna muito bom ela valorizar essa parceria entre os blogs E os autores porque afinal nós ajudamos muito eles a crescerem como autores nacionais parabéns pela entrevista um beijo e grande agosto para nós todos

    ResponderExcluir
  3. Olá adoro ler entrevista de autores brasileiros porque também sou uma autora brasileira eu ainda não conhecia essa autora mas com certeza vou procurar conhecer minhas palavras também foi muito incentivada pela Escola embora eu não seja uma escritora da madrugada e nem da noite sou uma escritora diurna muito bom ela valorizar essa parceria entre os blogs E os autores porque afinal nós ajudamos muito eles a crescerem como autores nacionais parabéns pela entrevista um beijo e grande agosto para nós todos

    ResponderExcluir
  4. Ri alto com ela mencionar Toddy e Pepsi... Tamo juntas!!!!
    Achei a autora muito simpática e espero ter a oportunidade de ler sua narrativa.
    Todo sucesso do mundo para ela.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, eu adoro esses posts que além de fazer com que a gente conheça mais o trabalho do autor conhecemos quem está por trás das páginas que tanto amamos.
    Sua entrevista está ótima!
    Parabéns.
    Bj

    ResponderExcluir
  6. Ola lindona parabéns pela entrevista, como a autora começou a escrever cedo aos 12 anos. adoro textos que falam sobre sentimentos que todos vivem pelo menos uma vez. Sucesso a autora e ao seu novo projeto.
    beijos


    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu ainda não conhecia a autora mas gostei bastante da entrevista e poder saber um pouco sobre ela. Acho que a maioria das escritores tiveram uma infância (ou pelo menos adolescências) cercada por muitos livros. Gostei de saber que ela começou os primeiros passos na escrita com 12 anos. Depois vou procurar mais sobre o livro dela

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Essas entrevistas são ótimas para conhecermos um pouquinho mais dos "rostos por trás das palavras". As vezes você ama o texto de alguém, mas pouco conhece de fato daquele autor.
    Adorei saber que a Raquel é louca por Mag Cabot, pois eu mesma adoro a autora!
    Gostei de conhecer um pouco mais sobre essa autora, até então, desconhecida por mim. Mas contos e poesias não são o tipo de textos que eu gosto de ler.
    Quem sabe quando ela lançar seu romance...

    -Kaah
    cdumaeleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá amoreca... adorei demais a entrevista, ainda não conhecia a Raquel, e pela entrevista vi que parece ser uma excelente autora... É muito bom saber o pensamento dos autores, ainda mais quando eles tem coisas a acrescentar em nossas vidas... isso que me faz amar ser blogueira!!!

    Sou amante da literatura brasileira... e tenho algumas entrevista legais no meu blog... quando der confere lá - até o lindo do Maurício de Souza já passou por lá:

    http://www.facesdeumacapa.com.br/search/label/Entrevista

    Além disso, recentemente fiz uma pesquisa sobre o descaso existente na literatura nacional, se quiser dá uma conferida também:

    http://biblioo.info/literatura-nacional/

    Beijokas!!!

    ResponderExcluir
  10. Olá Ingrid,
    Ainda não conhecia a autora, mas curti demais as respostas dela. Diferente dela, eu não fui estimulada a ler desde cedo, comecei apenas aos 15 anos e, desde então, não parei. Gostei de saber do estilo do livro dela, pois é, mesmo, diferente, outra coisa que gostei foi a frase que ela usou para citação, adorei isso!
    Vou pesquisar um pouco mais sobre o livro dela.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Então, não conhecia nem o livro e nem a obra, e com isso amei a entrevista, as respostas foram ótimas, e essa frase “Tudo vale a pena quando a alma não é pequena” é linda. Diferente da escritora, não comecei a lê cedo, não gostava muito dos livros, porque os que tinham na escola eram esses mais clássicos e eu nunca me dei bem com eles, comecei a lê por volta dos 15 anos e desde então não parei mais.

    ResponderExcluir
  12. Hey!
    Nossa, achei ela super divertida e me identifiquei muito com ela. Eu também sou super ansiosa e perfeccionista com os meus escritos, quando acabo algum fico super insatisfeita e tenho que refazer tudo, tenho até uma listinha na ordem que pretendo reescrever. Já estou no primeiro e dando andamento ao segundo! Eu não conhecia o livro dessa autora, e achei muito interessante, há muito tempo que não leio algo nesse gênero e me deu até saudade.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Adorei a entrevista com a Cris! Assim como ela eu também prezo muito pela minha liberdade!
    Gostei bastante de conhecer um pouco sobre ela, sobre os medos, sonhos e sobre a vida dela e o seu amor pelos livros.
    Não conhecia o livro dela ainda, mas fiquei interessada em conhecer então vou ler sua resenha e conhecer mais um pouco da obra dela.


    Beijos :*
    http://www.livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
  14. Gente, como assim, tô começando a achar que a escritora e eu somos a mesma pessoa! Também prefiro Toddy e Pepsi, meu ídolo também é Heath Ledger, também escrevia no Sarau do colégio e minha cor favorita também é roxo =O Socorro! hahahaha!
    Brincadeiras à parte, eu não conhecia a escritora e nem a obra dela, mas adorei os dois! rs
    Ela foi super simpática e carismática, adorei a entrevista. O livro parece interessante, vou procurar pela sua resenha!
    Desejo sucesso pra autora!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá!! :)

    Eu não conhecia a autora mas ate gostei de a conhecer, de saber mais sobre elea! :)

    Achei boa a ideia de parceria da autora, com um bom toque de responsabilidade que gosto sempre! :) E confesso que o seu conselho e bom, mas também difícil, mais pelo facto de mostrar o que escrevemos, nem sempre e fácil, não e? :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Gostei muito da entrevista com a autora, adoro quando eles estão dispostos a compartilhar um pouco mais da sua vida e inspirações com os blogs parceiros.
    E concordo com ela na questão do 'ser autor' no Brasil. falta muito investimento das editoras, e também falta um curso ensinando isso como uma profissão, o que ainda não temos

    ResponderExcluir
  17. Oi, Ingrid

    Adorei a entrevista. Realmente as editoras quase não investem em autores nacionais e isso é bem triste.
    Não costumo ler crônicas e poesias, mas desejo muito sucesso para a autora e que ela continue seguindo na literatura.

    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Ótima entrevista, ainda mais porquê eu não conhecia a autora. Aliás, o livro também não :(
    É muito triste ver que nossos autores não tem tanta atenção das editoras como deveriam.
    Sucesso para a Cris.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Achei a autora muito simpática! Ainda não a conhecia e com essa entrevista eu pude perceber mais ou menos como é o trabalho dela e suas inspirações. Desejo muito sucesso nessa difícil jornada que ela está tomando!
    Beijos.
    arsenaldeideiasblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Que entrevista maravilhosa. Eu fiquei muito instigada a conhecer a autora, porque a sua entrevista foi fantástica. As perguntas certas foram feitas e a autora muito simpática nas respostas. Essas entrevistas são tão legais, a gente aprende tanto sobre esse universo de escritores né? Parabéns!


    beijo!

    ResponderExcluir
  21. Não conhecia a autora nem sua obra, mas achei ela bem simpática. Assim como ela também gosto de escrever à noite e de madrugada quando dá haha. Espero que o próximo livro de romance dela saia logo, ansiosa! :D
    Virando Amor

    ResponderExcluir
  22. Bom, não me interessei pelo livro dela porque crônicas e principalmente poemas dificilmente me prendem. Mas adorei a entrevista! Concordo com ela que Meg Cabot é tudo e também acho que serei uma eterna adolescente! Hahaha... Quando ela lançar o romance vou querer ler!

    ResponderExcluir
  23. Oiii!!

    Eu sinto falta de entrevistar os autores no blog é sensacional a forma como isso nos faz ficar mais ligados e conectados com suas histórias né?
    Não conhecia a autora mais já me conquistou pela simpatia! A entrevista está linda!! Muito bem feita e com ótimas perguntas, adorei.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Oi, tudo bem?
    Nao conhecia a autora e confesso que o gênero do livro dela não é um que leio com frequência, mas gostei bastante da entrevista, então fiquei animada com o livro. Bom, pela entrevista da autora deu para ver o quanto a escola dela foi importante e seria otimo se todas escolas incentivassem leitura assim, né? Além de investir em projetos como Saraus também. Enfim, a autora foi super atenciosa simpatica, imagino que deve ser muito bacana ser parceira dela mesmo.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  25. Oi
    Adorei a entrevista. Não conhecia a autora, mas a achei bem simpática. Muito legal a influência da escola na leitura. Concordo quando ela diz que é 99% transpiração. Adoro Roxo <3
    Ótimas perguntas.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  26. Adoro entrevistas pois é uma das melhores formas de nos aproximarmos mais dos autores. Além, claro de conhecer novos nomes da nossa literatura. Não conhecia a autora mas gostei muito das respostas dela e fiquei curiosa em saber mais sobre o livro. Não parece ser bem o meu tipo de leitura, mas vou dar uma conferida na resenha para ter certeza - vai que você consegue me convencer a ler?
    Parabéns pela postagem!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Eu adoro conhecer novos escritores. A Raquel parece ser uma pessoa super simpática e muito inteligente. Vou ler a sua resenha sobre o livro dela e se gostar vou comprar o livro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bom?

    Nâo conhecia a Raquel, muito menos o seu trabalho, mas adorei essa entrevista! Sempre gosto de conhecer novos escritores, ainda mais brasileiros, por isso gosto muito de ler entrevistas. Amo ler crônicas e poemas, apesar de ultimamente não ter lido muitos livros nesse sentido, então essa é uma obra perfeita para retomar a leitura desses gêneros.

    Obrigada pela dica ;)

    Beijos.

    http://instantesmemoraveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!