sexta-feira, 15 de julho de 2016

[Entrevista] De frente com a Cris - Marcos Paulo Telles


Olá queridos companheiros de viagem! Todo mundo bem?
Hoje inauguro, aqui no blog, um quadro de entrevista com os autores parceiros, a fim de dar a conhecer melhor quem são as mentes brilhantes por detrás dos livros que lemos.



Escolhi começar com o M. P. Telles, porque ele foi o primeiro que confiou no meu trabalho e aceitou fazer a parceria. Obrigada, Marcos!
Tenho certeza que desde então a vida dele não teve mais paz, pois o perturbo sempre que posso para saber da continuação de sua série. ~hahaha~ Escolhi essa data (15/07), pois hoje ele está soprando velinhas. Aí está o meu presente para você, MP. Parabéns!♥

Marcos Paulo Telles é o autor da saga “O Herdeiro de Eddon” e para mais informações, vocês podem acessar a resenha do livro aqui. Vai por mim, vale a pena conferir. Então segue a entrevista feita com o autor.



1. Conte-nos um pouco sobre você: quais são seus medos, manias de escritor, suas preferências... Abra o seu coração. Rsrs

M.P.Telles - Não tenho tanta coisa interessante pra falar de mim, deve ser por este motivo que resolvi criar histórias ( risos ). Casado, pai, vinte e sete anos, desconfiado de tudo, ansioso, amante da noite, odeia calor, designer, publicitário, aspirante a master chef, observador nato e cheio de manias indescritíveis. E sobre abrir o coração, eu sou péssimo nisso, acredite!


2. Qual foi sua inspiração para escrever "O Herdeiro de Eddon"? Usou algum autor ou alguma obra em específico?

M.P.Telles - O Herdeiro de Eddon é um universo único, criado dentro de minha mente durante seis longos anos. Cada rua, nome, clima, comida, cheiro, cor, personagem, história oculta, simbologia, tudo foi meticulosamente rascunhado em pedaços de papel, blocos de anotações do celular e guardanapos em lanchonetes. Com certeza há resquício de obras e autores dos quais gosto muito, já houve até comparações com grandes autores, mas até mesmo aqueles que comparam conseguem ver de que o universo que criei não foi uma cópia fajuta de um original e sim de várias combinações para compor algo diferente. Posso dormir todas as noites tranquilo sabendo que tive inspirações, sim! Mas nunca copiei algo. Se fosse listar meus títulos e autores preferidos poderia ser injusto por esquecê-los.


3. Quando era criança ou mesmo adolescente, costumava ler muito? Se sim, qual foi o seu primeiro livro?

M.P.Telles - Sinceridade? não gostava de ler quando criança, confesso que pegava muitos livros! (dos grossos) Mas porque tinha uma sensação de que possuí-los me deixava "poderoso." Não foi falta de incentivo de minha mãe, ela sempre pegou no meu pé. O primeiro livro que ganhei foi - Crônicas de Nárnia -  Principe Caspian - C.S.Lewis - Este livro ficou anos em minha prateleira, até realmente descobrir como era fantástico ler, que foi no início de minha adolescência. Dai em diante a paixão só foi crescendo, mas sou do tipo de leitor que as vezes gasta três meses analisando qual livro pode ser bom, antes de começar a ler.


4. Como e quando começou a escrever? Em que momento soube que queria seguir nessa carreira?

M.P.Telles - Por incrível que pareça, eu sempre gostei de escrever (isso não revela que era bom, as vezes fazemos coisas que gostamos mas não somos bons!) Minha mãe contou um fato curioso de quando eu era bem pequeno e ela achou um punhado de folha com textos e desenhos, me perguntou o que era e eu disse que era um livro e que um dia seria escritor. Então mesmo antes de gostar de ler, gostava de escrever. A carreira de escritor começou a alguns anos atrás onde decidi começar a rascunhar uma trama, vou mentir se falar exatamente quando foi, creio que foi crescendo a cada ano, a cada livro lido, a cada viagem em minha mente. Eu verdadeiramente nunca pensei em ser escritor, na maioria das vezes escrevia só pra mim, como se passar para o papel descarregasse tudo que tinha na mente, quando me dei conta estava assinando o contrato com a minha editora.


5. Para criar a personalidade de seus personagens, você se baseou em pessoas reais?

M.P.Telles - Com certeza, confesso que a maioria das personalidades tirei de várias fazes da minha vida, cada personagem tem um pouco do "MEU EU" não que eu seja narcisista, mas acredito que temos muito a aprender com nós mesmos, e nada melhor do que colocar no papel resquícios de várias etapas de nossa jornada e vê-las tomando a forma de personagens. Mas há também personagens dos quais tem grande relação com pessoas que fizeram a diferença em minha vida, sejam elas boas ou ruins, a diferença é que nos meus livros eu escolho o futuro delas.


6. Quais são os seus projetos enquanto escritor (a) para um futuro próximo?

M.P.Telles - A Saga de O Herdeiro de Eddon  levará alguns anos para ser passada pra vocês, mas não vou mentir que tenho muitos projetos engavetados. Projetos que nasciam até mesmo enquanto eu passava os livros da saga para o papel, coisas as vezes que poderiam ter ligação com O Herdeiro de Eddon, em lugares e pessoas paralelas, talvez com menos magia e mais realidade, ou quem sabe com mais magia e menos realidade. O Universo de Eddon é muito extenso, acredite! Fora todos os livros da saga que planejo lançar, ainda há muito material que ficará fora dos livros e que talvez possa render outras publicações.


7. Em sua opinião, qual é a maior dificuldade que um escritor nacional encontra em nosso mercado editorial nos dias de hoje? O que ainda precisa ser mudado?

M.P.Telles - Temos dois grandes problemas, o primeiro são as editoras, elas ainda não dão o valor que escritores nacionais merecem ter. Sabe, há muita dúvida ainda em investimento nacional, O Brasil é conhecido como o país do futebol e carnaval, e ainda vai demorar alguns anos pra descobrirem de que existe mais CULTURA escondida. A Maioria das editoras dão uma importância enorme com material estrangeiro, porque querem vender, vender e vender, na maioria das vezes são livros  antigos que agora começaram a virar séries e filmes e por este motivo irão triplicar as vendas, e elas querem isso. O Segundo problema são os leitores, instigados pelas editoras que abarrotam o Brasil com material "GRINGO" acham que ler um autor nacional irá diminuir a qualidade do que eles acham ser bom. Enfim, vou parar de falar aqui se não serei apedrejado.


8. Qual é a sua opinião em relação à parceria entre blogueiros e autores?

M.P.Telles - Sinceramente? Sou apaixonado por vocês blogueiros, vocês são uma personificação de super heróis e heroínas dos quais ainda quero escrever! Ainda não sei de onde vocês tiram a magia de ler trezentos livros por mês, lembrar de cada detalhe, indicá-los e ainda arranjar tempo pra viver normalmente. O que ainda salva a literatura nacional são vocês, mais especificadamente dos jovens escritores que recebem o  incentivo de continuarem vindo dos tão queridos blogueiros. Vocês são EXPETACULARES! I Love You.


9. Deixe um conselho para quem deseja, assim como você, se tornar escritor?

M.P.Telles - Muito café, muitas canetas, ouvidos fechados para quem tentar matar o sonho de vocês, usem isso de combustível para alavancar. Fé, muita fé, porque não é fácil, mas não é impossível! Não queira ser uma cópia fajuta de algum autor do qual você venera, pegue inspiração, mas faça algo novo! Pense que um dia, o autor que você é fã pode pegar o seu livro e dizer; “Meu Deus, que livro bom! quero pesquisar mais sobre o autor!" Seja você mesmo e chegará onde quer. Vai levar tempo, e não é uma semana ou duas, são anos. Mas passam tão rápido quanto semanas. A cada 20 NÃOS existe UM SIM!

Agora vamos fazer um bate e volta? Vamos lá! ;)
Cor preferida: Preto!
Autor (a) favorito (a): J. K. Rowling.
Comida que mais gosta: Queijo.
Maior defeito: Ansiedade.
Maior qualidade: Acreditar.
Uma citação: “Porque um homem que foge do seu medo pode descobrir que, afinal, apenas enveredou por um atalho para ir ao seu encontro.”J. R. R. Tolkien



É isso aí, galera, espero que vocês tenham gostado da entrevista tanto quanto eu. Mais uma vez agradeço à M. P. Telles por toda confiança e atenção.
Nos vemos em breve, enquanto isso: um beijo no coração de todos! <3


21 comentários:

  1. Olá
    Adorei a entrevista, especialmente porque não conhecia nada a respeito do autor. e é claro, que depois de ler sua entrevista fiquei mega curiosa diante de seu trabalho. Achei ótimo o modo como ele afirma sobre os blogueiros, sobre seu trabalho, conselhos, projetos e afins.
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  2. Adorei as respostas do autor, principalmente quando confessou que quando criança, não curtia a leitura. Nunca imaginei um autor falando isso...
    Achei ele mega simpático e gostei da premissa da sua escrita.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Eu amo entrevistas com Autores justamente por conhecer mais por quem está atrás das páginas que lemos e claro saber mais sobre os trabalhos futuros. Adorei conhecer esse autor aqui e já estou indo conferir a resenha do seu livro.
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Entrevistas com autores realmente são excelentes, pois conseguimos ter um melhor vislumbre do que incentivou o autor a escrever, quais suas percepções, dentre outras curiosidades. Achei muito legal da sua parte, oferecer a entrevista ao seu primeiro parceiro. Desejo muito sucesso aos dois.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  5. oi, tudo bem?
    Entrevistas com autores são ótimas, pois quando compramos livros não conhecemos o ator e é ótimo saber de todos os pensamentos, das suas qualidades, principalmente pra mim que sou super curiosa. Adorei esse post, super construtivo para nós que vivemos conhecendo autores de vários lugares. Muito sucesso para ele, adorei conhecer!
    Beijinhos.
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana conhecer um pouco mais sobre o autor desta obra.
    Adoro posts de entrevistas por isso. E também porque devemos apoiar cada vez mais os autores nacionais, que vem conquistando um bom espaço no mercado literário de uns tempos pra cá. O que é gratificante para nós, amantes da literatura.
    Muito sucesso para o autor! E para ti também, que seu blog cresça cada vez mais!

    Beijinhos...
    http://estantedalullys.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi
    Parabéns pela nova coluna! Adoro entrevista com autores nacionais, pois podemos conhecer mais obras e que legal o reconhecimento que você teve para com o autor.
    Achei as respostas bem simpáticas e fiquei mais empolgada em ler o livro.
    Espero ver vários autores aqui.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Hey!
    Eu não conhecia o autor e nem mesmo o trabalho dele, mas com a entrevista fiquei um pouquinho curiosa para conhecer. Ele parece ser bastante confiante e simpático, e é exatamente o que um bom autor deve ser. É a primeira entrevista em blogs em leio, e adorei a experiência, espero ver algumas outras. Além disso, o autor tem algumas coisas em comum comigo: a ansiedade e a autora favorita. J. K. Rowling rainha de todos!
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi!
    Parabéns pela entrevista com o autor, ficou bem dinâmica e deu pra perceber que ele é muito bacana.
    Não conhecia o livro dele, mas fiquei muito interessada agora, principalmente depois de ver a capa, vou procurar sua resenha dele para conferir mais a história

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Que entrevista mais gostosa! Não conhecia o autor e nem seu livro, fiquei muito curiosa com a obra porque é de um estilo que eu gosto muito. Achei a entrevista bem dinâmica, principalmente com esse bate e volta que você fez, que descontraiu bastante.
    Beijos.
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  11. Oie, tudo bem? Eu não conhecia o autor e adorei vê-lo aqui, e sua entrevista ficou ótima! Gostei em especial da resposta dele na questão da dificuldade no mercado editorial brasileiro... infelizmente é tudo verdade. Fiquei bem curiosa para conferir O Herdeiro de Eddon! Espero ter a oportunidade de ler.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Olá!! :)

    Eu nao conhecia o escritor mas eese livro deixou-me muito interessado! :) Fui procurar sobre ele e quero mesmo muito ler! :)

    Bem, eu adorei o elogio dele aos bloggers!! :) ahahahahh Foi muiot bom mesmo! :) Gostei da entrevista!! E das dicas aos novos escritores!! :) Muito positivo, mesmo, mas com os pes assentes na terra!! :) ahah

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  13. Gente, confesso que o autor me ganhou na pergunta sobre a relação entre autores e blogueiros. É tão difícil, as vezes, termos o trabalho como blogueiros reconhecidos... Muitos acham que é fácil ou que não tem uma importância, e ver ele escrever com tanta admiração me fez gostar imediatamente dele. Confesso que eu não o conhecia e nem a sua obra, mas irei passar lá na resenha para ver. Acho ótima essa ideia de apresentar mais sobre os autores, nos faz sentir mais próximos e vê-los como realmente são! Amei a entrevista.
    Um beijo
    www.brookebells.com

    ResponderExcluir
  14. Oiii,
    Adorei a entrevista e gostei muito de conhecer mais um autor nacional. Parabéns pelo trabalho de valorizar a cultura nacional! Muito legal ele e pena que ainda é tão difícil para os autores nacionais terem destaque né.
    beijos

    ResponderExcluir
  15. Parabéns Marcos, é sempre emocionante quando o autor confia no trabalho do blog, não é mesmo?
    Já comecei amando essa coluna, me identifiquei com o autor no quesito de odiar o calor, mas isso está difícil no Brasil, diferentemente dele eu li desde criança, sempre quis ler As crônicas de Nárnia. Concordo que as editoras não dão espeço aos escritores nacionais, o que é uma pena, muitas vezes são histórias incríveis que ficam para trás.

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Achei legal sua iniciativa e gostei dessa nova coluna. Acho muito importante conhecermos melhor os autores, isso da um sentimento de proximidade nossa com eles. Adorei saber mais sobre a vida do autor e sobre seu processo criativo para seu livro e como autor no geral. Ficarei antenada para ler mais entrevistas de outros autores por aqui.

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  17. OI,

    Confesso que não conhecia o escritor, mas achei ele um fofo. Que legal saber que ele não gostava de ler, mas depois descobriu o amor pela leitura.Muito legal você fazer as entrevistas. Vou acompanhar todas.

    Beijos

    Jucimara Pauda
    Livro sem frescura

    ResponderExcluir
  18. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia o autor e confesso que a obra dele não é do gênero que costumo ler, mas lendo a entrevista fui sendo conquistada pela simpatia dele assim fiquei curiosa para conhecer o trabalho dele. Bom, assim como o autor também sou ruim para abrir meu coração e desconfio de tudo kkkkk Achei interessante os comentários ele sobre a obra e também ver que ele gostava de escrever antes de gostar de ler, porque geralmente vejo o contrário kkkkk Enfim, achei a entrevista ótima e é lindo ver o quanto o autor valoriza o trabalho de nós, blogueiros.

    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Adorei a entrevista.
    O autor é extrovertido, simpático e me deixou super ansiosa para conhecer o seu livro. Vida de escritor não é fácil, mas eles nos levam para mundos incríveis. Invejo a inspiração que eles tem.
    Parabéns pela entrevista.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu adorei a entrevista, parabéns!
    Eu não conhecia o autor e nem a obra ainda, e devo dizer que uma entrevista sempre me deixa curiosa para conhecer o livro, ainda mais quando conheço um pouco mais do autor. Adorei as respostas!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  21. Oie...
    Adoro ler entrevistas de autores nacionais, pois, assim permite que conhecemos novos escritores e novas histórias, além disso, conhecemos também um pouco de sua vida pessoal.
    Não conhecia o MP,mas, ele parece ser um cara muito talentoso!
    Parabéns pela entrevista :)
    Beeeijos

    ResponderExcluir

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!