sexta-feira, 5 de maio de 2017

[Resenha] A Canção dos Shenlongs – Diogo Andrade


Olá, leitores!
Trago hoje a resenha de um livro nacional, do mais novo parceiro aqui do blog. Seja bem-vindo, Diogo!


Imagine uma realidade onde existem quatro templos antigos, que são habitados por monges guerreiros que vivem isolados da civilização. Cada templo possui suas próprias regras e rituais. Imaginou tudo isso? Agora vamos à trama.

Em A canção dos Shenlongs, encontramos uma fantasia épica, onde acompanhamos Mu – um jovem monge guerreiro que cresceu sob a proteção do monge Sarujin, ao lado do seu irmão, Ruk, no Templo da Montanha, Shanjin. Sarujin os resgatou ainda crianças, quando tentavam roubar suas moedas.

A estória começa no momento em que Ruk está sendo expulso de Shanjin por ter cometido um erro e precisa pagar por isso. Mu tem duas opções: seguir com seu irmão para fora do templo ou continuar como um monge Shenlong em busca de mais aprendizado.

Mu acaba optando por continuar no templo, já que aquele lugar é tudo o que ele tem, e assim somos apresentados a outros monges, à rotina pesada de treinamento dos monges aprendizes e às tradições dos Shenlongs. Pouco é falado sobre o passado deles, mas algo me diz que isso são cenas para os próximos capítulos.

Certo dia, o Templo da Montanha é invadido por um estranho que tem por missão avisar que Shanjin será invadido pelo Império Housai. Sob a orientação do Abade Kame, todos no templo começam a trabalhar arduamente para proteger o local de todas as maneiras possíveis e a se prepararem para essa possível invasão. E acima de tudo, eles precisam garantir a total segurança do Tomo das Formas, o livro que guarda todo o conhecimento desses monges e toda forma de acessar sua magia. Daqui pra frente tudo pode acontecer e muita coisa acontece.

Mu é um protagonista que tem carisma e sensibilidade, além de ter demonstrado muita coragem mediante situações de extrema agonia. Todos os personagens dessa estória são pessoas centradas e que estão dispostas a fazer qualquer coisa pelo bem de seu templo. Vale citar, em especial, Nili e Aga – que são os companheiros de Mu nas tarefas diárias para manutenção do templo.



A escrita do Diogo me surpreendeu. É tão simples, clara, compreensível, que fez com que algo que poderia ser chato e arrastado, se tornasse fluido e gostoso de acompanhar. Todas as cenas são descritas com muita propriedade, nos reportando facilmente para dentro do livro. Ele realmente escreve muito bem, e é muito bom ser sincera ao dizer isso.

O final do livro deixa o leitor relutante em aceitar que a história tenha acabado, e deixa certo anseio pela continuação. Eu até senti a necessidade de ler duas vezes para ter certeza que era aquilo mesmo. Isso foi muito legal!

O livro encontra-se em e-book e eu não encontrei nenhum erro de revisão. Talvez a única coisa que eu mudaria seria a divisão do livro. Ele é divido em três partes e essas partes não são divididas em capítulos, são contínuas. Eu teria feito a divisão em capítulos, mas isso não prejudica em nada a leitura.

Por fim, digo que gostei muito mesmo e adoraria que o livro fosse bem maior. Ele possui em média de 100 páginas. Vejo em A canção dos Shenlongs uma bela introdução a uma trama cheia de muita aventura, ação e muita tradição. Recomendadíssimo.

Espero que tenham gostado da resenha. Um beijo no coração de todos e até a próxima. <3

Nota no Skoob: 5/5


29 comentários:

  1. Olá tudo bem? Confesso que não é meu tipo leitura, porém gostei muito da sua resenhas e do contexto de forma geral gosto de protagonistas com qualidade como a de Mu!

    ResponderExcluir
  2. Gostei bastante da história.
    Acho histórias curtinhas super gostosas de serem lidas.
    Vou procurar pelo livro!
    Parabéns pela parceria!
    Que seja muito proveitosa para ambos!

    Eliziane Dias

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Parece ser uma história interessante, e eu fiquei bem curiosa, ainda que não tivesse lido nada a respeito anteriormente. Que bom que a escrita conseguiu te surpreender, de modo leve também, isso é um ponto muito importante a ser considerado né? É uma leitura rápida, pelo que pude perceber heim?! Quem sabe eu leia sim :)
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    É sempre bom ver resenha dos livros de autores nacionais. Parabéns pela parceria.
    Não conhecia o autor e nem a sua obra, mas o que mais me atraiu foram as características que você descreveu dos personagens. Dá pra ver que eles têm bastante força de vontade ao tentar defender o templo de qualquer mal que possa vir a prejudicar o local.
    É bom saber que mesmo o livro sendo bem curtinho, deixa o leitor na expectativa e que a escrita do autor é bem fluída. Isso é bem importante.
    Ótima resenha.

    ResponderExcluir
  5. A capa e trama não me chamam atenção, talvez porque não ando em clima pra ler fantasias ultimamente, mas adorei saber que você gostou muito e que é tão incrível que você tá louca pela continuação.
    Que bom saber que a divisão do livro não tenha prejudicado a leitura.
    Obrigada pela dica!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Viva a literarura nacional!!! Fico muito feliz de ver cada vez mais blogs apresentando autores nacionais de diversos tipos, mostrando que Brasileiro escreve fantasia, distopia e o que se propor a fazer. Quanto ao livro, achei a ideia bem interessante e original, por ser pequeno acho que facilita a leitura. Adorei sua resenha e seu blog, está de parabéns.

    Beijos e Sucesso!!!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ingrid,
    Achei a premissa muito interessante. Gosto de livros assim, então já vou anotar a dica.
    Uma pena que seja tão curto, por ser tão envolvente acaba que o leitor espera mais página da história e isso pode até desagradar alguns.
    Mas por outro lado é até bom, vai que o autor escrever mais e a estória desanda?
    Espero poder ler em breve.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Olá!! :)

    Eu confesso que não conhecia o livro ainda mas ainda bem que gostaste de fazer a leitura tanto assim!

    Enfim, acho ótimo que a escrita te tenha surpreendido e também que o final te deixe ansiosa para uma continuação que tem tanto para dar!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Eu não conhecia o livro, nem o autor, mas devo dizer que você fez uma parceria maravilhosa, porque o livro parece ser realmente muito bom. É ótimo quando o autor sabe descrever tão bem as cenas que acaba nos fazendo sentir como parte do livro, né? E é isso que mais me chama atenção nessa história. Uma pena o livro não ser divido por capítulos, mas por ser uma história curtinha, creio que isso não atrapalhe na experiência. Dica anotada!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  10. Oii, tudo bem?
    Não conhecia o livro, mas parece ser maravilhoso. Fico feliz em saber que a leitura te surpreendeu, amo livros com fantasia e é incrível ver o quanto você gostou desse. Cooom certeza vou dar uma chance a essa obra.

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?
    Sua resenha ficou incrível!!
    Tenho certeza que o livro é um prato cheio para os fãs de fantasia épica, mas esse está longe de ser o meu caso, não gosto nem de um nem do outro hahaha.
    Mas sei que o fato de autor ter conseguido transportar o leitor para o universo criado é digno de muito mérito, parabéns para ele pelo excelente trabalho :D

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Adorei a capa, a premissa, o enredo, tudo! É sempre bom conhecer uma fantasia diferente das outras a gente vê por aí. A questão da divisão do livro é uma boa, livros com capítulos curtos são mais agradáveis de ler. Vou colocar na minha lista, obrigada pela sugestão!
    Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir
  13. Oiii,

    Eu nunca tinh lido nada a respeito da obra ou do autor, mas adorei a sinopse e achei a capa linda de mais. Anotei muito a dica, por ser um livro curto que no fim deixa a gente sem aceitar que acabou, estes são os melhores tipos de livros, porque mostra a fluidez da escrita do autor e a desenvoltura da história.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  14. Fiquei aqui pensando no desenvolvimento do livro, pois o enredo me pareceu bem elaborado, maso número enxuto de.páginas me deixou receosa quanto ao desenvolvimento.
    Que bom que curtiu o livro, eu particularmente gosto desse tipo de leitura objetiva, mas não sei ao certo se leria no momento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. OiEEEE! eu não conhecia o autor nem o livro, e pra ser sincera não curto muito o gênero. A maior parte dos livros que li de fantasia não chegaram nem perto das minhas expectativas mas o fato de você frisar que a leitura é envolvente e a escrita é simples me deixaram curiosa. Quem sabe não acabo com esse meu preconceito? Bjosssss

    www.porredelivros.com

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?
    Não conhecia nem o autor nem sua obra, mas curti saber que o livro te prendeu ao ponto de você não querer chegar ao final da mesma tão rápido. Curto escritas claras, fluidas e com enredos bem desenvolvidos, então vou dar uma chance a essa obra. Espero que essa ausência de divisão de capítulos também não me incomode em nada rs

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  17. Não é muito o meu estilo de leitura, mas seus elogios me deixaram bem curiosa para ler. Acho que este gênero exige mesmo uma escrita mais fluida e um universo bem desenvolvido e acho que vou gostar.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Eu adoro ler resenhas de autores nacionais que trazem um enredo tão legal e um tanto original em suas obras. Fiquei bastante curioso para conhecer a obra, porém saber o que não não tem capítulos me desanima muito, apesar de achar que para um livro não tão longo não seja tão ruim. Se tiver a oportunidade de ler, não hesitarei em lê-lo! Beijos!!

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bom?

    Não conhecia o livro mas me interesei bastante pela leitura, adoro livros de fantasia e essa fantasia é curta, parece ser bastante gostosa de ler.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  20. Oie! Tudo bem?

    Não conhecia o livro, mas amei demais a capa e a proposta dele, e aparentemente tem uma tramam bem inovadora e desenvolvida, com certeza irei atrás para conhecer mais da obra e realizar a leitura, ainda mais se tratando de templos e monges guerreiros!

    BJss

    ResponderExcluir
  21. Oi!
    Ainda não conhecia esse livro, mas achei a história muito bacana, principalmente porque ainda não tinha lido nada de monges e templos.
    Adorei saber que a história é bem fluida e que o autor consegue nos situar na história bem rápido, isso é ótimo porque por ser um tema 'diferente' poderia se tornar um pouco cansativo

    ResponderExcluir
  22. Olha aí. Achei a história muito envolvente, trama complexa do estilo que eu gosto. Não conhecia o livro nem o autor. Bom saber que a literatura nacional está tão bem abastecida assim. Vou anotar a dica aqui e parabéns pela parceria!

    ResponderExcluir
  23. OIe!
    É tão bom quando o livro surpreende né? e ainda mais te deixou desejando que tivesse mais páginas.
    Adorei conhecer esse livro, e vou ficar bem animada enquanto estiver lendo o livro.
    ADorei essa dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  24. Oiee Ingrid, tudo bem? Gostei muito da sua resenha e conhecer essa obra, é a primeira vez que leio sobre ela. A Canção dos Shenlongs tem uma premissa realmente cativante, e fiquei interessada para ler também, depois de ler sua opinião sobre ele e ver que gostou tanto :)

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  25. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e confesso que não é o tipo de história que costumo chamar a minha atenção, sabe? Mas lendo seus comentários deu para perceber que se trata de uma boa obra e gostei de saber que o protagonista é carismático e sensível. Enfim, não sei se lerei esse livro tão já, mas gostei de conhecer.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  26. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o autor e nem o livro, mas é o tipo de história que eu gostaria de ler. Amo livros de fantasia e a descrição que você fez dos personagens, especialmente da protagonista, atraíram minha atenção.
    A única coisa que me deixou com o pé atrás foi sua ressalva com relação à divisão do livro. Mesmo você falando que não atrapalha a leitura, eu odeio capítulos longos e acredito que um livro que é dividido em apenas três partes iria me incomodar demais.
    De qualquer forma, adorei sua resenha.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Olá,
    Sou apaixonada por fantasia e, embora não tenha lido muitas que fossem épicas, me interessei muito por essa. E o melhor de tudo é que é nacional (mais um tesouro!!).
    Adorei saber que o Diogo conseguiu escrever de uma forma bem envolvente e leve algo que poderia se tornar massante e chato! Dica anotada.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  28. Não tô lendo muitas fantasias, me decepciono com essa temática. Mas esse livro é bem legal e que bom que te surpreendeu! Parabéns pela parceria.
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
  29. Olá Ingrid,
    Ainda não conhecia esse título, mas achei ele bem interessante, pois adoro o gênero. Fiquei contente por ser um livro sem erros, mas triste por não ter capítulos, porque, sério, isso me atrapalha.
    Estou curiosa para saber o que acontece na trama além do que você colocou na resenha e vou anotar a dica, mas não será uma leitura que farei tão logo.
    Beijos

    ResponderExcluir

Gostou da matéria? Então deixe seu comentário abaixo.
Beijo!